Rede Nacional de Coletivos e Ativistas pela Legalização da Maconha

A Rede Nacional de Coletivos e Ativistas pela Legalização da Maconha ( RENCA ) é uma articulação permanente e que foi criada a partir de um amplo encontro de pessoas que defendem a legalização da cannabis para os usos recreativos, medicinais e religiosos. Esse encontro inicial de ativistas foi realizado durante a Cúpula dos Povos no Rio de Janeiro. A proposta dessa articulação é potencializar o movimento cannábico e antiproibicionista no Brasil, facilitando a troca de informações e aumentando assim a comunicação entre as diversas cidades e regiões no país que se organizam em torno da pauta da legalização da maconha e lutam por outra política sobre drogas.

Em nosso primeiro encontro, denominado Rio + 4:20, tivemos a oportunidade de conhecer diferentes realidades do movimento, pudemos debater sobre como nos organizamos localmente , fizemos o balanço sobre os acertos, limitações e dificuldades de cada cidade, portanto a Cúpula dos Canabistas foi um espaco de auto-organização que permitiu muitos avanços. Percebemos que a Marcha da Maconha é a expresão de um movimento social que está nas ruas e que cresce em todas as regiões do país. Outro ponto importante em nossas discussões durante a Cúpula foi a constatação da diversidade com que cada região pensa e articula a luta pela legalização , bem como as espeficidades de pautas e as diversas articulações políticas e sociais em torno da organização das Marchas. De maneira concreta nosso movimento consegue dialogar com campos diversos, entre eles setores da saúde, cultura, juventude, direitos humanos , grupos que defendem a liberdade indivudial e sexual, enfim temos como avançar junto a outros movimentos e nos articular nacionalmente pelas frentes que também acreditam que é possível uma nova política de drogas para o Brasil.Com o objetivo político de reafirmar o caráter medicinal da maconha junto à sociedade, os ativistas e coletivos decidiram coletivamente organizar e chamar um ato para dia 27 de Novembro em cada cidade, o Dia pela Legalização da Maconha no mesmo dia de combate ao câncer para podermos avançar na pauta da maconha medicinal e debatremos amplamente com setores da sociedade o alto poder terapêutico do THC.A Rede Nacional de coletivos e ativistas pela legalização da maconha é um fórum permanentemente aberto e de construção coletiva entre pessoas e grupos que defendem a legalização da maconha e que acreditam que é possivel através de nossa organização e articulação nacional transformarmos juntos o cenário proibicionsta e repressivo da política sobre drogas no Brasil.
Entre em contato com a Rede: