Marcha da Maconha reúne 600 pessoas em Niterói

marcha nikity 2013A terceira edição da Marcha da Maconha em Niterói reuniu cerca de 600 pessoas na praia de Icaraí neste sábado (22/06). A novidade deste ano ficou por conta da agitação e palavras de ordem garantidas pela bateria do Movimento DCE Vivo e pela localização da marcha enquanto movimento social que deve estar pautando e discutindo temas para além da maconha, como a política de segurança e saúde da cidade e também as intensas mobilizações contra o aumento da passagem. Por várias vezes ouvimos a marcha cantar durante o trajeto: “Rodrigo Neves (prefeito de Niterói), mas que vergonha! A passagem tá mais cara que a maconha!”

Com menos cara de festa e com reivindicações políticas claras, a Marcha da Maconha Niterói de 2013 foi enfática ao questionar a Secretaria de Segurança da cidade que tem reforçado a lógica violenta de guerra ao tráfico de drogas e também por apontar para Niterói a política de UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), que sobe os morros e favelas com repressão mas não leva saúde, educação e outros serviços básicos. Ainda no campo da política de drogas, o movimento defendeu que mais investimentos sejam feitos no CAPS-AD (Centro de Atenção Psico-Social – Álcool e Drogas) de Niterói, que hoje existe em número insuficiente e está gravemente precarizado por falta de investimentos. A política dos CAPS-AD é alternativa à política de guerra às drogas.

Outro ponto levantado pelo movimento foi a inexistência do COMAD – Conselho Municipal Álcool e Drogas, que define a política sobre drogas do município e que já está vencido sem que a prefeitura indique a realização de novo encontro do conselho. Segundo a organização do movimento, o COMAD não consegue ser encontrado para contato e, embora receba investimentos federais da SENAD – Secretaria Nacional Anti-Drogas, parece não existir na prática.

O acompanhamento jurídico do movimento esse ano ficou por conta da Comissão de Direitos Humanos da OAB, na figura do advogado André Barros. Embora o efetivo policial mobilizado para o ato tenha sido um tanto desproporcional, cerca de 100 policiais compareceram à concentração do ato, a manifestação aconteceu sem problema algum e dispersou com tranquilidade ao fim da praia de Icaraí onde o ato fez uma grande folha de maconha na areia. Embora algumas abordagens autoritárias da PM tenham ocorrido, nenhuma irregularidade foi identificada com nenhum dos participantes do ato.

marcha folha praia

O Manifesto Político da Marcha da Maconha Niterói 2013 pode ser lido aqui e os seguintes movimentos sociais, organizações políticas e intelectuais o assinaram em apoio ao movimento:

  • Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos – Rio de Janeiro
  • Fórum de Juventudes – Rio de Janeiro
  • NEPS – Nucleo de Estudos, Pesquisas e Extensão em Saúde Mental e Atenção Psicossocial da UERJ
  • PSOL – Setorial de Políticas sobre Drogas
  • João Menezes – Neurocientista da UFRJ
  • Henrique Soares Carneiro – Historiador da USP
  • Luís Fernando Tófoli – Médico Psiquiatra da UNICAMP
  • Sylvia Moretzsohn – Professora de Jornalismo da UFF
  • Ana Lucia Enne – Professora de Estudos de Mídia da UFF
  • Gerardo Santiago – Advogado da Marcha da Maconha
  • André Barros – Advogado da Marcha da Maconha
  • Maria Lucia Karam – Juíza e membro da LEAP Brasil
  • Coletivo Cultura Verde | Antiproibicionista e Antimanicomial
  • Coletivo Rompendo Amarras | GTP Antiproibicionista
  • Coletivo Desentorpecendo a Razão (São Paulo/SP)
  • Coletivo Gramado (Campo Grande/MS)
  • Coletivo Nacional Levante!
  • Coletivo Nós Não Vamos Pagar Nada – UFF
  • Coletivo Delta-9 (Campinas/SP)
  • Coletivo Plantando Informação (Fortaleza/CE)
  • Coletivo Canna Cerrado (Brasília/DF)
  • Coletivo Semeando (Juiz de Fora/MG)
  • Coletivo ASMA (Guarulhos/SP)
  • Coletivo Princípio Ativo (Porto Alegre/RS)
  • Levante Popular da Juventude – Niterói
  • História de Samba – UFF
  • Mulheres do IACS – UFF
  • Movimento DCE Vivo
  • Vereador Renatinho
  • Vereador Paulo Eduardo Gomes
  • Vereador Henrique Vieira
  • Vereador Giordano
  • Vereador Renato Cinco
  • Bloco Planta na Mente
  • Pot in Rio
  • Smoke Buddies
  • Growroom
  • Revista semSemente