Tese sobre psicodelia e saúde mental será defendida na UFF

tese sandro

O companheiro antiproibicionista  Sandro Rodrigues integrante da ala psicodélica da Marcha da Maconha e articulador da Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos/RJ irá defender sua tese de doutorado no dia 27 de agosto (quarta-feira) às 14:00 horas no Instituto de Ciências Humanas e Filosofia da UFF, sala 210 bloco N do campus gragoatá em Niterói.

Segue abaixo o convite do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal Fluminense.

“O Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal Fluminense convida para a defesa da tese “Modulações de sentidos na experiência psicodélica: saúde mental e gestão autônoma de psicotrópicos lícitos e ilícitos”, de Sandro Eduardo Rodrigues.

A banca examinadora conta com Eduardo Passos (UFF-orientador), Henrique Carneiro (USP), Auterives Maciel(PUC-RIO), Analice Palombini(UFRGS) e Silvia Tedesco(UFF) como titulares e Jorge Vasconcellos(UFF) e Cristina Rauter(UFF) como suplentes.”

RESUMO DA TESE:

“Na tese, propomos articular a experiência psicodélica ao cuidado de usuários de psicotrópicos prescritos em saúde mental. Para tanto, apresentamos a gestão autônoma da medicação (GAM), uma nova abordagem de intervenção em saúde mental, pautada na valorização da experiência dos usuários de psicotrópicos. O problema de pesquisa emerge como fora-eixo da GAM, dando relevo assim à análise de implicações sugerida como metodologia para extrair o excesso de pessoalidade na redação do fora-texto da pesquisa, ou seja, o material usualmente excluído dos textos científicos oficiais. Para auxiliar na redação do fora-texto, algumas ferramentas são apresentadas como recursos estilísticos consistentes com o material trabalhado, tal como o discurso indireto livre, de Mikail Bakhtin, e os ritmos acelerados, saltos, cortes e dobraduras herdados, sobretudo, dos artistas beat. Após uma apresentação da experiência psicodélica, desde a primeira síntese do LSD, em 1938, passando pelas pesquisas científicas, militares, clínicas, místicas, artísticas, e político-culturais – sobretudo o rock psicodélico -, apresentamos a pesquisa de campo em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Na GAM, a inclusão do fora é uma estratégia para produzir contágio e cogestão do cuidado aos usuários de psicotrópicos.”

Cultura Verde | Antiproibicionista e Antimamicomial

2 Respostas para “Tese sobre psicodelia e saúde mental será defendida na UFF

  1. Parabéns Sandro Rodrigues! Infelizmente não poderei estar presente de corpo,mais a minha mente definitivamente estará no Instituto de Ciências Humanas no dia 27/08. Gostaria de saber onde poderei encontrar o seu material após esse evento.
    Grata!
    Natassia Agostini

Comentários:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s