O Veneno está na Mesa – Agrotóxicos e Transgênicos

O Veneno está na Mesa (2011)

O modelo de agronegócio no campo brasileiro tem feito uso intenso de agrotóxicos e transgênicos. Embora esses produtos tenham garantido alta lucratividade para as empresas da agricultura, várias pesquisas já apontam para problemas de saúde pública decorrentes do uso indiscriminados dessas substâncias. “O Veneno está na Mesa” é um documentário de Silvio Tendler baseado no dossiê da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) que apresenta dados de 2008, quando o Brasil ultrapassou os Estados Unidos como o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo.

Elaborado por pesquisadores de diversas universidades federais brasileiras, o extenso relatório da Abrasco reúne dados oficiais e uma série de estudos que denunciam o descontrole do uso de agrotóxicos no Brasil e comprovam os graves e diversificados danos à saúde provocados pelo uso de biocidas. O dossiê foi divulgado em três momentos no ano passado, sendo que os últimos dados foram tornados públicos em novembro. O nível médio de contaminação dos alimentos colhidos nos 26 estados do país é grave: pimentão (91,8%), morango (63,4%), pepino (57,4%), alface (54,2%) e cenoura (49,6%), apenas para citar alguns exemplos.

Fonte: UOL

O Veneno está na Mesa II (2014)

Os agrotóxicos não fazem bem para ninguém, mas o Brasil ainda é o país do mundo que mais os consome. Porém, há alternativas a eles e é isso que o cineasta Silvio Tendler tenta mostrar em seu novo documentário, “O veneno está na mesa 2”, lançado em abril, no Rio de Janeiro.

O filme é uma continuação da produção lançada em 2011. Com 70 minutos de duração, a nova película procura se aprofundar na desconstrução do mito de que a utilização de defensivos agrícolas é primordial para garantir abundância de alimentos para o consumidor.

Os dois documentários fazem parte de uma estratégia de ação da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida, iniciativa que reúne movimentos sociais e entidades no objetivo comum de sensibilizar a população brasileira para os riscos que os agrotóxicos representam não só para os consumidores, mas também para os trabalhadores rurais e para a natureza.

“O veneno está na mesa 2” teve apoio da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), que desenvolve iniciativas para viabilizar a produção de alimentos sem veneno. À Agência Brasil, Tendler afirmou que o filme mostra como se dá o desenvolvimento de plantações sadias e a grande dificuldade que tais produtores têm para venderem sua mercadoria.

Assim como no outro filme da série, a nova produção será distribuída gratuitamente para um circuito alternativo de exibição, que leva em conta escolas, universidades, comunidades, igrejas, assentamentos de trabalhadores rurais, entre outros.

Para saber mais sobre os malefícios que os agrotóxicos causam, confira matérias especiais do Portal eCycle (clique aqui e aqui).

Fonte: Portal eCycle

Uma resposta para “O Veneno está na Mesa – Agrotóxicos e Transgênicos

Comentários:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s